Sexta-feira, 28 de Dezembro de 2007
As Pautas!
No primeiro Periodo o nosso grupo encontrou muitas dificuldades, salientando-se entre elas a falta de dedicação, empenho, e de motivação.
Tal como foi pedido pela organização, vamos então partilhar as nossa notas do primeiro periodo, que não estão "nada famosas" uma vez que estão relativamente baixas.
Esperamos que vocês todos tenham tido uns resultados melhores que os nossos....

José  - 13
João - 14
Patrícia  - 13
Tiago - 13
Renan - 13

Como é obvio não vamos tentar melhorar, mas sim,
melhorar!

O Grupo (Re)Projectar Faro deseja-vos uma 
espectacular passagem de  ano... e que o ano 2008  vos traga muito alegria e claro... ideias geniais e criativas.


publicado por g3 4 best às 17:44
link do post | comentar | favorito

Sábado, 15 de Dezembro de 2007
"Deveria ser tão natural discutirmos o sitio onde vivemos, como respirar"

    No dia 12 do corrente mês o nosso grupo em colaboração com o grupo Ossonoba_XXI, pertencente à nossa turma, participou em mais uma palestra do ciclo Faro 2020 na Biblioteca Municipal de Faro, por volta das 21h30min. Desta vez, a mesa era constituída pelo Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Faro, Dr. José Apolinário tal como pelo Exmo. Senhor Secretário de estado do Ordenamento do Território Dr. João Ferrão. Por outro lado, podemos ainda contar com a presença dos Exmos. Senhores Ex-Presidente e Presidente da CCDR Drs. Campos Correia e João Faria.

           

    O Dr. José Apolinário começou por felicitar os presentes do Projecto “Cidades Criativas”nova centralidade às cidades.
frisando o nosso “trabalho interessantíssimo”. Seguidamente passou a palavra ao Dr. João Ferrão que inaugurou o seu discurso frisando o seu fascínio pelas cidades, explicando que aquilo que dá verdadeiramente peso às cidades não é a sua demografia, mas sim “o melhor e o pior” que cada cidade tem. Seguidamente falou-nos da política de coesão de 2013, sublinhando que esta dará uma

    Segundo este novo instrumento, os factores necessários para resolver os problemas das cidades, dando lugar ao desenvolvimento é: a criatividade, a educação, o trabalho e a criação de novas oportunidades. A globalização, a imigração, o envelhecimento da população e ainda as alterações climáticas, foram também outros aspectos referidos pelo nosso orador que possibilitam uma melhor compreensão das cidades.

    Continuamente o Dr. Ferrão falou-nos da agenda territorial e ainda da carta de Lepcis. O primeiro consiste em propor princípios e prioridades para o ordenamento e sustento do território. Para isso é necessário contemplar as cidades em três vertentes: cidades em si próprias (construídas, densas, como uma malha urbana), cidades com a área envolvente (nova parceria cidade/campo) e ainda cidades em rede (cidades articuladas umas com as outras). Relativamente a carta de Lepcis foi-nos aclarado que consiste num tipo de políticas que devemos desenvolver contribuindo assim para o ponto fulcral da nossa palestra: o desenvolvimento das cidades. Finalmente, foi-nos falado de um programa aprovado recentemente que contribui para o desenvolvimento urbano referido anteriormente partilhado por toda a União Europeia.           

    Finalmente, falou-se acerca das políticas de cidades em Portugal. Segundo o Sr. Secretário de Estado, “nunca tivemos una verdadeira política. Apenas programas urbanos”. Recentemente foi combatido este problema, pois criou-se o CRED, que consiste numa política de cidades. Conforme este programa são necessárias parcerias para a regeneração urbana, devido ao “efeito de donut”. É então necessário valorizar o património, reabilitar edifícios para revitalizar os centros urbanos, atraindo novas pessoas e novas ideias para estes locais.            "Uma cidade compacta e que valoriza o património é aquela que é saudável".        Por outro lado, é necessário ter em conta a visão fiscal, financeira e legislativa. O Pacote fiscal favorece a reabilitação. o regime legislativo permite o desenvolvimento de programas financeiros que apoiem esta restituição. Finalmente a visão financeira permite atingir os objectivos propostos.           

  

    Para terminar, o Exmo. Senhor Dr. José Ferrão explicou que o Projecto no qual estamos inseridos é um “exemplo de como a cidade do futuro se deve desenvolver”, pois, segundo nos explicou, não são apenas as autarquias que desenvolvem as cidades, mas sim todos os seus cidadãos, frisando que “todos têm que ser ouvidos”.



"Ser humilde é a solução para formar as cidades do sec.XXI, para serem saudáveis é necessário a cooperação e a planeação destas com uma estratégia inteligente."


 




publicado por g3 4 best às 16:17
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2007
Vestidos a rigor
Para que sejamos identificados como participantes do concurso Cidades Criativas, o nosso grupo irá vestir esta camisola.
Assim, seja em palestras, durante inquéritos, entrevistas ou outras actividades iremos vestidos a rigor.
Espero que gostem...






publicado por g3 4 best às 17:22
link do post | comentar | favorito

»Playlist «
»Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30
31


» Arquivos «

» Maio 2008

» Abril 2008

» Março 2008

» Fevereiro 2008

» Janeiro 2008

» Dezembro 2007

» Novembro 2007

» Outubro 2007

» Posts Recentes «

» Prestes a atingir a meta....

» E o prometido é devido

» Progressos...

» Apresenções

» Faro.. Diagnóstico da Cid...

» Prespectivas Futuras

» As Pautas! (2º Período)

» Faro.. Diagnóstico da Cid...

» Solução para o Acesso e P...

» Avaliações Relativas ao 2...

»

» Alerta, Drástica erosão c...

» ...

» Combate à erosão costeira...

» A Câmara de Faro Câmara c...

» Mudança de planos...

» Os gráficos...

» Sentimos a evolução...

» Inquéritos...

» CCC "on the road"

» As Pautas!

» "Deveria ser tão natural ...

» Vestidos a rigor

» Faro...

» O Tesouro

» Problemas a resolver...

» Significado da imagem...

» Nos...

»links